quero publicar

oportunidades de publicação, pesquisa, cursos e eventos

Promovido pelo Grupo de Pesquisa CNPq/UFS Educação e Contemporaneidade (EDUCON), da Universidade Federal de Sergipe (UFS), o Colóquio deste ano ocorrerá 100% on-line, e contará com a presença de grandes autores e autoras (nacionais e internacionais) que ministrarão as conferências e as mesas-redondas.

O objetivo do evento, que acontecerá nos dias 24 e 25 de setembro, é promover o debate e a socialização do conhecimento produzido sobre relevantes temas da educação no Brasil e no mundo, sem perder de vista as diferentes perspectivas teóricas e políticas que estimulam pesquisadores, docentes, estudantes e profissionais de áreas afins.

Além de diversas conferências e mesas-redondas internacionais e nacionais, será possível enviar trabalhos, que serão avaliados e darão direito a certificado. Os trabalhos aceitos serão publicados nos Anais do XIV Colóquio (artigos) e Cadernos de Resumos.

Antes de realizar sua inscrição, é necessário ler cuidadosamente as normas e as orientações. O descumprimento das regras pode implicar no cancelamento da inscrição ou da emissão dos certificados.

Aproveite! A submissão de trabalho está com os VALORES REDUZIDOS até o dia 31/7/2020.

Mais informações e incrições aqui.

O uso de conectores é essencial para a coesão da escrita, e ele tem especial importância quando se fala sobre escrita acadêmica. Exige-se, nesse tipo de escrita, que a linguagem seja inteligivel e, ao mesmo tempo, concisa.

Em qualquer idioma, os conectores cumprem a função de unir uma frase à outra, de forma que, juntas, elas formem um sentido completo e, separadas, elas continuem a exprimir significado relevante.

A exemplo, no português, cumprem a função de conectores as palavras: consequentemente, conforme, não obstante etc. Você com certeza já sabe como usar essas palavras, certo?

Hoje, contudo, vamos dar algumas dicas sobre como utilizar conectores na língua inglesa, a fim de aperfeiçoar a sua escrita acadêmica ou a tradução dela para esse idioma.

Verifique abaixo seis conectores, suas respectivas traduções e exemplos de uso:

Conectores de adição

Moreover – inclusive, além disso

ex: the students have shown writing skills, moreover, they have won several writing contests. | os estudantes demonstraram habilidades de escrita, além disso, eles venceram muitos concursos de redação.

Furthermore – ademais, além disso

ex: furthermore, discrimination and variable treatment are evident in the substance, not just in the formalities. | além disso, a discriminação e o tratamento variável são evidentes na substância, não apenas nas formalidades.

Conectores de contraste

Even though – embora, apesar de

ex: even though we are just students, we can make a difference. | apesar de sermos apenas estudantes, podemos fazer a diferença.

Nevertheless – contudo, no entanto, entretanto, não obstante

ex: (…) nevertheless, there are still problems preventing social dialogue from operating properly in certain countries in the region. | no entanto, ainda existem problemas que impedem o diálogo social de funcionar adequadamente em certos países da região.

Conectores de causa e efeito

Consequently – consequentemente

ex: the ability to reliably calculate the growth in the CPI (Consumer Price Index) and, consequently, information about inflation, implies the use of certain criteria. | a capacidade de calcular de forma confiável o crescimento do IPC (Índice de Preços ao Consumidor) e, consequentemente, informações sobre inflação, implica o uso de certos critérios.

Accordingly – assim, em conformidadde

ex: she will follow the instructions and proceed accordingly. | ela vai seguir as instruções e proceder em conformidade.

ex2: the company raised the number of sales, accordingly, they could hire more employees. | a empresa aumentou o número de vendas, assim, eles puderam contratar mais empregados.

Vale lembrar, ainda, que as expressões acima – apesar de serem amplamente utilizadas na escrita acadêmica -, não são assim tão populares na língua falada, que conta com termos mais coloquiais, assim como o português falado.

Se essas dicas foram úteis para você, continue nos acompanhando nas redes sociais. Estamos constantemente trabalhando para facilitar a sua trajetória acadêmica.

Gostou?
Assine o nosso blog e nos acompanhe também pelo instagramfacebook e twitter.

Ah… e divulgue para os amigos que querem publicar!

Ajude a mantermos nossos canais!
Contribua diretamente com o custeio do nosso projeto, clicando aqui.

Ou aproveite os benefícios da nossa parceria com a Amazon, que nos remunera a cada cadastro para conhecer…
Amazon Prime – O cadastro é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 30 dias.
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ysVWnr
e a Amazon Music – O cadastro também é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 3 meses!
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ZNi2vY

(ou conheça alguns dos livros que já editamos – ou fizemos a revisão técnica -, e aproveite os descontos especiais clicando aqui)
importante: só recebemos se o cadastro (ou a compra) for feito imediatamente, antes de navegar por outros espaços do site.

Gratidão. 🥰

A Revista da Faculdade de Educação da UnB, Linhas Criticas, é uma publicação com acesso universal e gratuito no Portal dos Periódicos da UnB.

Voltada para pesquisadores/as, professores/as e estudantes da área da educação, e classificada com o Qualis A3, encontra-se com com edital aberto para publicação.

Com periodicidade anual e continua (ahead of print), sua produção cientifica é inédita nos âmbitos nacional e internacional.


A revista publica trabalhos com temáticas educacionais, resenhas de livros, entrevistas, ensaios teóricos e homenagens a profissionais da educação. É importante, fica de olho para enviar o seu trabalho.

Para acessar as informações das diretrizes para autores visite o site da Revista, aqui.

Gostou?
Assine o nosso blog e nos acompanhe também pelo instagramfacebook e twitter.

Ah… e divulgue para os amigos que querem publicar!

Ajude a mantermos nossos canais!
Contribua diretamente com o custeio do nosso projeto, clicando aqui.

Ou aproveite os benefícios da nossa parceria com a Amazon, que nos remunera a cada cadastro para conhecer…
Amazon Prime – O cadastro é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 30 dias.
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ysVWnr
e a Amazon Music – O cadastro também é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 3 meses!
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ZNi2vY

(ou conheça alguns dos livros que já editamos – ou fizemos a revisão técnica -, e aproveite os descontos especiais clicando aqui)
importante: só recebemos se o cadastro (ou a compra) for feito imediatamente, antes de navegar por outros espaços do site.

Gratidão. 🥰

Eu, Camila Andrade, tenho recebido muitas mensagens de colegas, ex-colegas e conhecidos, pedindo sugestões de cursinhos para preparação para a prova da OAB. Minha resposta? Nenhum!

Em média, as instituições de ensino – conhecidas no meio dos acadêmicos de direito como “cursinhos para passar na OAB” – têm faturado, por aluno, o valor de R$800,00 (no mínimo) para lhes “garantir a aprovação”.

Entretanto, a verdade é que, embora existam cursos e professores extremamente qualificados, que conhecem as especificidades da prova, somente os próprios alunos podem garantir o resultado que os cursinhos prometem: a aprovação.

Essa colocação parece óbvia, mas… nem todas as instituições expõem/deixam claro para os alunos que o conteúdo apresentado em aula é o básico, e para a aprovação há a necessidade, sim, da continuação dos estudos de maneira aprofundada, em casa.


Por isso, acredito que, com as dicas (a seguir), é possível conseguir a aprovação no Exame

Dica 1 – ou: primeiro passo

O aluno deve pegar as três últimas provas do exame de Ordem (da banca atual) e fazê-la – como um simulado.

Atenção! As provas precisam ser feitas, sem estudo, sem consulta, com “chutes” e “achismos”.

Terminando as provas, o acadêmico poderá corrigir e balancear erros e acertos, a fim de identificar qual foi a matéria que mais apresentou dificuldades, quais são os conteúdos mais complexos e, é claro, sentir o que a banca costuma cobrar (na FGV, normalmente, é a lei seca).
Além disso, poderá ter uma base de qual seria sua nota se fosse o exame da aprovação.

Ah… sim… a prova precisa ser feita no tempo da prova. Também para servir como treino de resistência!


Dica 2 – ou: segundo passo

Depois de fazer as últimas 3 provas, liste em uma folha, no word, no exel… enfim… TODAS as matérias que a OAB cobra em seu Exame, relacionando com o número de questões.
Pense em quanto tempo tem disponível para estudar, e monte um plano de estudos inteligente, que destine mais atenção às matérias que têm maior número de questões e aquelas em que houve identificação de dificuldade/necessidade de oxigenar conceitos.

(Caso não se sinta seguro para confeccionar seu próprio cronograma de estudos, entre em contato conosco, pois podemos ajudar! Nosso e-mail é projetoeuqueropublicar@gmail.com)

Com um cronograma bem elaborado, o estudo fica mais simples e satisfatório, ajudando na absorção de conteúdo e no sentimento de evolução.


Dica 3 – ou: terceiro passo

Cronograma feito, é hora de arregaçar as mangas e estudar!
Para tanto, indico o livro “OAB esquematizado – 1ª fase – Volume único” organizado pelo Pedro Lenza. Essa obra comporta um resumo de todas as matérias e os pontos de lei que o aluno deve focar para se preparar para o exame.

Para complementar o conteúdo, vale mencionar que, no Youtube, existem diversas aulas disponibilizadas gratuitamente. Apenas tome cuidado para acessar vídeos recentes…

Quanto ao estudo da legislação seca, recomendo que, nessa fase, o faça pelo site do Planalto, onde as leis estão SEMPRE atualizadas.
Não há a necessidade de comprar um Vade Mecum para se preparar para a primeira fase, pois, segundo o edital, não será possível o apoio de nenhum material na realização da prova. Por isso, economize, e compre um específico apenas na segunda fase.

O importante é estudar/revisar e criar um caderno – coisa que recomendo vivamente. Afinal, já foi comprovado cientificamente que anotar ajuda a memorizar!


Dica 4 – ou: quarto passo

Aqui, o aluno terá estudado um pouco mais sobre o assunto e deverá colocar em prática o conteúdo. Como? Resolvendo questões!

 As questões podem ser praticadas durante o estudo (terceiro passo) – e depois em simulados. O importante é sempre praticar.

Para praticar, se você tem pouco tempo diário de estudo, recomendo o aplicativo OAB de Bolso. Nele, você pode testar seus conhecimentos sempre que tiver um intervalinho. Para quem tem tempo e pode gastar um pouquinho, tem um livro muito legal, o “Como passar na OAB 1ª fase – 5.000 questões comentadas” que é de grande ajuda para se desenvolver na resolução de questões.

Ah… e tem um blog conhecido do Examinando, o “Blog Exame de Ordem”, que sempre disponibiliza simulados gratuitos.

Dica 5 – ou: quinto passo

Aqui, estamos nos dias que antecedem o Exame. Por favor! Uns três dias antes da prova não é momento para surtar e nem estudar!

O que você, aluno, tinha que estudar, estudou até esse limite.

Agora, curta a família e os amigos, veja filmes e séries, jogue vídeo-game, leia um livro, brinque com seu cachorro ou gato, mas… em hipótese alguma: pegue em livros preparatórios.

É que tentar estudar um pouco mais poderá te deixar ansioso, com a sensação de que esqueceu de todo o conteúdo, de que não lembra ou não aprendeu nada. E se isso acontecer, existem grandes chances de você ficar muito tenso no momento do exame.

Grande parte dos alunos reprovados têm muito conhecimento teórico e técnico, mas o nervoso e a ansiedade atrapalham demasiadamente na realização do exame.

Se você estudar e chegar até o fim do seu objetivo, realizando todas essas etapas, a prova será uma consequência.

Por fim e não menos importante: faça a prova por você! Tire do seu ombro qualquer expectativa de professores, amigos e familiares, porque eles são apenas sua torcida. Nada mais.

Você é capaz! Vai conseguir!

Se essas dicas te ajudaram, comente aí.

Se você tem novas ideias para ajudar os amigos, compartilhe nos comentários.

😉

Gostou?
Assine o nosso blog e nos acompanhe também pelo instagramfacebook e twitter.

Ah… e divulgue para os amigos!

Ajude a mantermos nossos canais!
Contribua diretamente com o custeio do nosso projeto, clicando aqui.

Ou aproveite os benefícios da nossa parceria com a Amazon, que nos remunera a cada cadastro para conhecer…
Amazon Prime – O cadastro é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 30 dias.
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ysVWnr
e a Amazon Music – O cadastro também é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 3 meses!
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ZNi2vY

(ou conheça alguns dos livros que já editamos – ou fizemos a revisão técnica -, e aproveite os descontos especiais clicando aqui)
importante: só recebemos se o cadastro (ou a compra) for feito imediatamente, antes de navegar por outros espaços do site.

Gratidão. 🥰

A Revista de Direito da Universidade Federal de Viçosa (UFV) está recebendo artigos para publicação em fluxo contínuo.


A periodicidade da Revista é semestral e, por essa razão, nos meses de julho e dezembro, os editores encerraram o respectivo número, dando prosseguimento à publicação em fluxo contínuo para o número subsequente. Portanto, ainda há tempo de ver seu artigo publicado na primeira edição de 2020!

A revista exige a submissão em template próprio, que está disponível aqui.



Demais informações do periódico você pode acessar clicando aqui!

Aproveite a oportunidade – e o fato de a revista receber em fluxo contínuo e com variedade temática, e encaminhe o seu original!

Gostou?
Assine o nosso blog e nos acompanhe também pelo instagramfacebook e twitter.

Ah… e divulgue para os amigos que querem publicar!

Ajude a mantermos nossos canais!
Contribua diretamente com o custeio do nosso projeto, clicando aqui.

Ou aproveite os benefícios da nossa parceria com a Amazon, que nos remunera a cada cadastro para conhecer…
Amazon Prime – O cadastro é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 30 dias.
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ysVWnr
e a Amazon Music – O cadastro também é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 3 meses!
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ZNi2vY

(ou conheça alguns dos livros que já editamos – ou fizemos a revisão técnica -, e aproveite os descontos especiais clicando aqui)
importante: só recebemos se o cadastro (ou a compra) for feito imediatamente, antes de navegar por outros espaços do site.

Gratidão. 🥰