quero publicar

oportunidades de publicação, pesquisa, cursos e eventos

Algumas características da escrita acadêmica são essenciais para a a estrutura e sistematização do seu trabalho.
É preciso, por exemplo, utilizar uma linguagem clara e mais objetiva do que aquela utilizada em outros estilos de escrita.

Mas não só à uniformização do seu trabalho se restringe a importância de uma escrita acadêmica de qualidade: ela também serve, entre outros, para facilitar a tradução da sua pesquisa para outros idiomas.

Hoje vamos dar 4 dicas para que o modo como você escreve seja um facilitador na hora de traduzir o seu trabalho.


1. Precisão

quando você está escrevendo academicamente, é importante ser preciso, sem deixar lacunas que permitam incertezas por parte dos leitores. Para isso, é importante utilizar termos claros para expressar a ideia que você quer transmitir. Por exemplo: em determinados contextos, há uma diferença enorme entre utilizar as palavras “acordo” e “contrato”. Na hora de traduzir, isso faz ainda mais diferença, porque esses mesmos termos podem abranger significados ainda mais distintos em outro idioma.

2. Objetividade

ser objetivo é especialmente importante para a tradução na escrita acadêmica. Isso porque a objetividade permite que você exprima suas ideias com clareza, sem aqueles rodeios de linguagem que dificultam o processo de tradução. É muito mais fácil traduzir uma frase direta e simples do que uma frase rebuscada. Além disso, textos acadêmicos exigem essa postura mais clara para evitar as lacunas mencionadas no item anterior.

3. Uso de voz ativa na construção das frases

a voz ativa é caracterizada quando o sujeito da frase é quem pratica a ação, por exemplo: “A equipe de pesquisadores coletou os dados dos participantes”. Se colocarmos a mesma frase na voz passiva, ficaria assim: “Os dados dos participantes foram coletados pela equipe de pesquisadores”. No primeiro caso (voz ativa), além de ser mais fácil identificar quem promoveu a ação (coletar dados), é também mais fácil e rápido o processo de tradução, já que não é preciso se preocupar com a adequação da voz passiva ao segundo idioma.

4. Frases curtas e separadas por ponto

prefira escrever sentenças curtas e independentes, separando umas das outras com ponto final, porque isso permite que a tradução seja feita em muito menos tempo, se comparado a uma tradução de texto formado por frases longas e complexas. Essa dica vai de encontro aos aspectos da objetividade e precisão, inclusive. Frases curtas e simples exprimem com mais clareza aquilo que se quer transmitir.

Acompanhe o blog para mais dicas assim! E caso precise de uma mãozinha com a tradução do seu trabalho, entre em contato com a gente pelo e-mail projetoeuqueropublicar@gmail.com !

Gostou?
Assine o nosso blog e nos acompanhe também pelo instagramfacebook e twitter.

Ah… e divulgue para os amigos que querem publicar!

Ajude a mantermos nossos canais!
Contribua diretamente com o custeio do nosso projeto, clicando aqui.

Ou aproveite os benefícios da nossa parceria com a Amazon, que nos remunera a cada cadastro para conhecer…
Amazon Prime – O cadastro é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 30 dias.
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ysVWnr
e a Amazon Music – O cadastro também é rapidinho, e você usufruirá do programa gratuitamente, por 3 meses!
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ZNi2vY

(ou conheça alguns dos livros que já editamos – ou fizemos a revisão técnica -, e aproveite os descontos especiais clicando aqui)
importante: só recebemos se o cadastro (ou a compra) for feito imediatamente, antes de navegar por outros espaços do site.

Gratidão. 🥰

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: