Como escrever um artigo utilizando a Técnica Pomodoro

Escrever pode ser desafiador, especialmente quando dependemos unicamente de motivação – que é um recurso limitado e flutuante em nossas vidas. [É normal sentir-se desmotivado em certos momentos, ok?]

Felizmente, existem alguns recursos aos quais podemos recorrer quando estamos escrevendo. Um deles é a disciplina: manter-se consistente no processo de escrita, mesmo quando a vontade está em falta. Mas isso é assunto para um outro texto… Hoje nós vamos ensinar você a utilizar a Técnica Pomodoro, uma ferramenta de manutenção de tempo, para otimizar o seu desempenho durante o desenvolvimento do seu texto.

O que é a Técnica Pomodoro?

Do italiano, “pomodoro” significa “tomate”, que era o formato do cronômetro utilizado por Francesco Cirillo, criador da técnica.

Nos anos 1980, Cirillo utilizou seu cronômetro para contar intervalos de tempo, os pomodoros, para dividir seus estudos quando era universitário. Desde então, a técnica vem sendo popularizada cada vez mais, por ser um método efetivo de administração do tempo no trabalho e nos estudos.

Funciona assim:

Você deve dividir o seu tempo disponível em blocos de (1) trabalho/estudo, (2) intervalo curto e (3) intervalo longo.

Os blocos de trabalho/estudo serão os maiores, e você deve estabelecê-los de acordo com o tempo que dura o seu foco. Se você consegue permanecer focado durante períodos longos, como 45 minutos ou uma hora, estabeleça um bloco com essa medida. Se o seu foco dura cerca de 15 a 20 minutos, o bloco deve ter essa duração.

Quanto aos intervalos, os intervalos curtos devem ocorrer com mais frequência do que os longos – e devem ser curtos, mesmo, viu? O objetivo de fazer essas pequenas pausas é apenas descansar a mente por alguns instantes antes de você retornar ao foco total. Geralmente, esses intervalos duram 5 minutos.

E, finalmente, os intervalos longos devem durar um pouco mais – cerca de 15 a 30 minutos. Seu objetivo é fazer você relaxar um pouco mais a fim de evitar efeitos como o burnout.

Exemplos de pomodoros:

a) 25 minutos de foco / 5 minutos de intervalo curto / 25 minutos de foco / 15 minutos de intervalo longo (repetindo-se o ciclo por quantas horas você tiver disponível).

b) 15 minutos de foco / 2 minutos de intervalo curto / 15 minutos de foco / 10 minutos de intervalo longo.

c) 50 minutos de foco / 10 minutos de intervalo curto / 50 minutos de foco / 30 minutos de intervalo longo.

Mas você pode (e deve!) adaptar os pomodoros ao seu tempo ideal de foco e descanso.

Como escrever um artigo com a ajuda da Técnica Pomodoro?

O primeiro passo para utilizar a técnica pomodoro a seu favor na hora de escrever um artigo é identificar quanto tempo dura, aproximadamente, o seu foco. Uma vez que você tem essa noção, deve adaptar o seu pomodoro de foco e intervalo curto.

Digamos que você consegue permanecer focado na escrita por 20 minutos sem se sentir fatigado. Estabeleça, então, um pomodoro de foco de 20 minutos, e um pomodoro de intervalo que não exceda 5 minutos (assim você consegue descansar sem perder sua linha de raciocínio).

Para os intervalos longos, estabeleça um período de tempo em que você possa se distrair com alguma outra coisa, mas que ainda assim permita que você esteja pronto para retornar ao trabalho. Seguindo o exemplo acima, um intervalo longo adequado seriam 15 minutos. Durante esse pomodoro, você pode fazer um chá, um café ou até mesmo um lanche. Outras boas ideias são: alongamento, uma caminhada curta, um banho… enfim, acho que você pegou a ideia.

Como escrever durante os pomodoros?

Agora tratando diretamente sobre o seu artigo: se a sua pesquisa já estiver encaminhada e você já tiver os dados organizados, basta organizar o que fazer em cada pomodoro (e, falando nisso, você pode utilizar um pomodoro especialmente para essa organização).

Se você ainda precisa fazer busca de referências ou definir como vai desenvolver o artigo, aqui vai uma ideia de como utilizar os blocos de tempo:

Separe um ou dois pomodoros (a depender do seu tempo de foco) para escrever a delimitação do problema, a definição da hipótese, os objetivos (geral e específicos), a metodologia e detalhes dessa natureza.

Depois de um intervalo curto (se você utilizou um pomodoro) ou de um intervalo longo (se você utilizou dois ou mais), separe um bloco de tempo para estruturar o texto (resumo, introdução, títulos, subtítulos, considerações finais) e definir previamente o que cada parte do texto deve encobrir.

Caso necessário, separe alguns pomodoros para fazer a busca de referências.

Por fim, utilize um bloco de tempo (ou mais) para efetivamente escrever cada parte do seu texto.

Exemplo: 1 pomodoro para o resumo, 1 pomodoro para traduzir o resumo, 2 pomodoros para a introdução, 3 pomodoros para o primeiro título, 3 para o segundo e 2 para a conclusão.

O processo todo provavelmente vai ter que ser dividido em alguns dias, é claro. Mas utilizar essa técnica ajuda (e muito!) a otimizar a utilidade do seu tempo – experiência própria falando.

Tudo pronto pra começar? A gente já sabe que o seu artigo vai ficar ótimo!

Você já utilizou os pomodoros? Conta pra gente! Vamos adorar saber sobre a sua experiência com a técnica e seu ponto de vista pode ser enriquecedor para outros leitores aqui do blog.

Ajude a mantermos nossos canais!
Contribua diretamente com o custeio do nosso projeto, clicando aqui.

Ou aproveite os benefícios da nossa parceria com a Amazon, que nos remunera a cada cadastro para conhecer a Amazon Prime ;D
Fazendo cadastro, você usufruirá do programa gratuitamente, por 30 dias.
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ysVWnr
e a Amazon Music – O cadastro também é rapidinho e, aqui, a gratuidade é de 3 meses!
O link é esse aqui: https://amzn.to/2ZNi2vY

(ou conheça alguns dos livros que já editamos – ou fizemos a revisão técnica -, e aproveite os descontos especiais clicando aqui)
importante: só recebemos se o cadastro (ou a compra) for feito imediatamente, antes de navegar por outros espaços do site.

Gratidão. 

2 comentários em “Como escrever um artigo utilizando a Técnica Pomodoro

Deixe uma resposta